Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

sveva-casati-billboard

A ler... Em Busca do Carneiro Selvagem

20
Fev14

Em Busca do Carneiro SelvagemHá algum tempo li A Rapariga Que Inventou um Sonho de Karuki Murakami e, talvez por ser um livro de contos, não fiquei grande apreciador da escrita do autor. Agora e porque quero mesmo perceber se o japonês não entra definitivamente na minha lista de possíveis leituras, volto a insistir e atiro-me de cabeça para com Em Busca do Carneiro Selvagem.

Já o comprei há uns bons meses, só que agora é que chegou o momento de pegar nesta obra lançada em Portugal pela Casa das Letras e a apreciar como se fosse a primeira vez que estou perante um trabalho de Karuki. Leio e oiço falar tão bem das suas narrativas que quando tive o primeiro impacto negativo com o seu trabalho confesso que o sentimento de rejeição bateu-me à porta. Serei eu um apreciador à margem da maioria dos outros amantes de literatura? Ele vende, é aplaudido e tem dezenas de trabalhos lançados, sempre com a preferência dos seus fiéis leitores por perto! Eu vou dedicar-me a este livro com atenção para que perceba mesmo se daquela vez algo falhou ou se entre O Informador e um japonês com a mania das letras não existe mesmo nada a fazer.

Daqui a uns dias já contarei como a aventura Em Busca do Carneiro Selvagem correu!...

Sinopse - Ambientado numa atmosfera japonesa, mas com um pé no noir americano, Murakami tece uma história detectivesca onde a realidade é palpável, dura e fria, e seria a verdade de qualquer um, não fosse um leve pormenor: é uma realidade absolutamente fantástica. Um publicitário divorciado, que tem um caso com uma rapariga de orelhas fascinantes, vê-se envolvido, graças a uma fotografia publicitária, numa trama inesperada: alguém quer que ele encontre um carneiro! Mas não é um carneiro qualquer. É um animal que pode mudar o rumo da história. Um carneiro sobrenatural… 
Murakami dá a esta estranha história um tom que só um oriental pode imprimir a uma crença, fazendo-a figurar como um facto da realidade. Coloca, de uma forma genial, a fantasia na aridez do mundo real.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.