Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

wook-natal-billboard

A proibição das touradas

13
Nov19

tourada.jpg

 

Os anos passam e a questão da proibição das touradas continua a ser adiada por existirem várias faixas da sociedade, inclusivamente políticas, que são a favor da tortura em praça pública de animais. Não sou de todo defensor desta teoria de tradição que se deve manter num momento em que se defende cada vez mais o bem-estar animal, com leis que vão de encontro à sua proteção.

As últimas informações dão conta de que o atual Governo tem no seu Programa a intenção de aumentar a idade mínima para assistir a touradas. Indo de encontro às medidas defendidas pelo PAN, o executivo de António Costa quer aumentar assim a idade mínima dos 12 para os 16 anos e quando o Programa de Governo foi anunciado logo começou o debate público sobre a questão.

Sim, já que ainda estamos com anos de atraso em relação à proibição das touradas, que tantos políticos apoiam de pé pelas bancadas onde por vezes conseguem ganhar votos dos aficionados, pelo menos que se tentem educar gerações, mostrando que massacrar animais como forma de arte não está dentro dos comportamentos corretos a tomar. Uma luta inglória entre animal e humano, onde o touro é espetado para mais tarde ser abatido após ser usado como um simples objeto que é criado para sofrer por intenção dos humanos nas suas últimas horas de vida. Que tal colocarem defensores de touradas numa praça ao lado de leões para perceberem se conseguem ficar no mesmo patamar do animal que enfrentam?

Quando um animal ataca um humano de forma violenta o que lhe acontece? É de imediato abatido porque se torna perigoso. Até agora quantos toureiros e seus camaradas das arenas foram presos por matarem animais por terem a desculpa de estarem a proporcionar ao público um espetáculo com tradição?

As vozes a favor das touradas, talvez pelo poder de influência que muitos têm junto da sociedade por estarem em lugares de destaque pela imprensa e não só, continuam a defender a questão e quem luta precisamente pelo contrário parece ser muitas vez abafado para que não se dignifique a ideia de que as touradas são um crime, mas esta é a verdade. Os anos vão passando sem que nada seja feito porque o poder de quem tem vozes ativas e que coordena economias e influências consegue ainda sobrepor as suas ideias de que manter a tradição é o correto para não se deixarem cair as raízes de um povo. Quanto da tradição e cultura com história do nosso país já se foi e a maioria nem se importou? Tenham bom senso senhores!

Os animais têm direito à vida, não têm de ser usados em festivais onde os aplausos e a vontade de ver sangue existe. Pensem duas vezes antes de defenderem estes erros tradicionais que continuam a aplaudir com tanto afinco. 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.