Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

25-livros-em-ingles-filosofia-historia
13
Fev18

Ainda sou do Tempo | Jogos Sem Fronteiras

| O Informador

Quem não se recorda de assistir aos Jogos Sem Fronteiras? Nas semanas quentes de Verão existia um dia que se tornava especial e que adorava por poder assistir ao programa que colocava cidades nacionais a concorrerem por Portugal contra outros países europeus em jogos físicos e de concentração. Mal o genérico começava a passar parecia que tudo parava e as horas seguintes eram passadas no sofá, quieto, a comentar os jogos que os elementos da nossa equipa iam enfrentando. Lembro-me que os portugueses não venciam lá muito os famosos jogos que ficarão para sempre para a história da televisão.

Apresentado ano após ano por Eládio Clímaco, a quem se foram juntando outros rostos ao longo das várias edições, como é o caso de Anabela Mota Ribeiro e Luís de Matos, os Jogos Sem Fronteiras foram durante anos um dos meus programas preferidos.

Na altura não percebia a razão daquele entretenimento que me mantinha atento só durar uns meses, hoje percebo que tudo funcionava por temporadas anuais. Outros tempos em que se apostava em temporadas de programas de sucesso com espaçamento e em certas alturas do ano e não quando dá jeito até gastar o formato pelo cansaço. 

Quem não se recorda deste famoso e eterno genérico?

 

2 comentários

  • Imagem de perfil

    O Informador

    14.02.18

    Bons velhos tempos, quando Portugal parava quase para ver um programa de televisão.
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Mais sobre mim

    foto do autor

    Sigam-me

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Comentários recentes

    Mensagens

    Pesquisar

    Posts destacados