Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Alterações alentejanas

Visito o Alentejo, zona de Évora, com maior regularidade de há seis anos para cá e desde então que a diferença nos campos se nota.

No início da década os terrenos pareciam meio abandonados, com culturas esporádicas aqui e acolá, sem existir uma continuação do que está a ser cultivado ou criado. Agora podemos andar por quilómetros e quilómetros e a criação de gado, principalmente de bovinos, parece ser o grande forte desta zona que já não se resume a criar vacas somente de uma espécie, a castanha. Nos dias que correm, além dos terrenos estarem maioritariamente cuidados, graças também aos subsídios do estado, a criação animal acontece e as vacas que são vistas pelas áreas agrícolas já não se ficam somente pelo tom acastanhado. As leiteiras, os touros escuros e os grandes bovinos de terras nortenhas já são criados também pelo Alentejo que se tem mostrado uma região de grande investimento do que melhor existe pela zona. Existe território a ser explorado e os seus proprietários já utilizam todo o espaço que têm ao seu dispor para diversificarem as suas apostas.

As alterações nas planícies alentejanas são notórias e os bovinos ganham cada vez mais o seu espaço dentro de hectares bem extensíveis de terras que outrora se encontravam abandonadas. É bom perceber que existem políticas governamentais que realmente funcionam em determinadas zonas do país. Não em todo, mas em algum lado a mudança tem sido positiva!

3 Comentários

  • Sem imagem de perfil

    :P

    01.10.16

    Espero que não fique como os campos que vão do Algarve até Sevilha: km e km seguidos de pomares de laranja ladeando a estrada - onde raio é que arrnajam água para aquilo tudo? Não percebo do assunto mas ouvi dizer que não é boa ideia esgotar os aquíferos subterrâneos. Dizem que potencia a desertificação. Mas prontos, eles é que "têm-nos-livros". Espero que os tenham lido.
  • Noto no Alentejo uma maior diversificação, tanto que existem extensas áreas onde gado sem junta a plantações, não estando assim a terra lutada e a necessitar de água por todo o lado.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.