Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

20
Out18

Anúncios enganadores

O Informador

anuncios emprego.jpg

Quem já andou à procura de novo emprego, de certo que já terá reparado que muitos dos anúncios que aparecem nas diversas plataformas de busca indicam mais do que na verdade a oferta tem à disposição. Existem empresas que ainda conseguem anunciar uma coisa e no momento da entrevista apresentam uma outra bem diferente da que divulgam pelos sites de emprego e redes sociais.

Há dias inscrevi-me, via email, numa proposta que encontrei numa página de Facebook dedicada à publicação de anúncios de emprego. Nem cinco minutos passaram até que recebi uma chamada de quem publicou o dito anúncio a querer marcar entrevista e logo perguntei se as funções seriam as que eram mencionadas e se seria para trabalhar para a própria empresa. Era uma empresa de trabalho temporário, no entanto o anúncio dava indicações que seria para integrar a equipa da dita empresa e não para trabalhar através deles para os seus clientes. Questionei a situação na chamada que me foi feita e confirmaram que tinha percebido bem. Entrevista marcada para a semana seguinte. 

No dia da entrevista, cheguei uns minutos mais cedo, como sempre, porque chegar na hora exata não é comigo. Já lá estava uma jovem candidata em espera. Conversamos um pouco antes de ser chamada e como as paredes de certos gabinetes são feitas para poderem ser desmontadas a qualquer momento, ouvi alto e bom som toda a entrevista e logo pensei que tinha duas opções. Ou a minha entrevista seria diferente da dela ou então seria mais um engano entre anúncio e realidade. Quando a entrevista da jovem terminou fiquei em espera um pouco para ficaram em reunião por uns minutos e deu para falar com a candidata que logo me disse que não tinha sido aquilo que estava no anúncio a que respondeu e que não iria aceitar.

A porta volta a abrir-se e começa a minha entrevista. Tudo a correr bem, fazendo que não sabia o que viria a seguir. Até que quando começam a levar a questão para a função logo pergunto se seria para o mesmo que a candidata anterior porque infelizmente tinha sido obrigado a ouvir. Disseram-me que sim e a resposta seguiu com um «não foi isso que estava anunciado e que me confirmaram ao telefone», tendo sido uma das minhas entrevistadoras a ligar, por sinal. Expliquei a razão de não aceitar a proposta e de nem pensar nela sequer e a entrevista terminou nesse exato momento.

As empresas de trabalho temporário acham mesmo que é por tentarem atrair as pessoas para funções que não são as reais que conseguem alguma coisa? Existe sempre quem caia, mas e aqueles ordenados irreais durante meses que dizem ser de formação? Pode ser legal mas é uma vergonha o que ouvi sobre uns 300,00€ que a rapariga ia receber nos primeiros dois meses até começar a poder receber comissões que mesmo assim não eram garantidas.  

Primeiro quando nos candidatamos não era para as funções que indicavam e depois quem acha que alguém vive com 300,00€ por mês quando tem de ir trabalhar, gastar em deslocações, alimentação e outros gastos? Será que não existe alguma entidade, a Deco, que faça um aperto maior aos anúncios de emprego que andam por ai e que na verdade só podem ser apelidados por enganadores do principio ao fim?!

O anúncio não tinha mesmo nada a indicar o que nos foi apresentado na entrevista, bem pelo contrário. Só assim conseguem levar as pessoas a certas entrevistas, porque para certos trabalhos só mesmo enganando para depois tentarem dar a volta de forma pessoal e através do contacto frente-a-frente. 

17 Comentários

  • Imagem de perfil

    O Informador

    20.10.18

    Cunhas, isso é a verdade! Muitos vezes nem anúncios são feitos para vagas porque preferem colocar o primo ou amigo de alguém que pode não perceber nada sobre o que vai fazer do que entrevistarem pessoas que já estejam dentro da área. Conhecimentos a se imporem. Há uns dias concorri a um anúncio que tinha sido colocado há horas, tentei pela dita cunha de amigos de amigos e o lugar já tinha sido ocupado por outra cunha que se antecipou. Nos dois empregos que tive entrei por mim, mas tal como disseste, nota-se cada vez mais o empurrar de quem se conhece para os lugares vagos.
    E depois estes anúncios que prometem uma coisa e na realidade são outra então...
  • Imagem de perfil

    Tudo Mesmo

    20.10.18

    E, agora sendo brincalhona com o tema, que não é de levar de ânimo leve, mas sempre me arrependi de não ter enveredado pela política, embora tenha sido aconselhada a fazê-lo. Neste momento, teria um belo de um emprego num governo português. Da maneira que eles "rodam" até nem sei se não vou a tempo! Quem sabe?
    Não me importava absolutamente nada! Deve ser um trabalho horrível de se fazer :-)
  • Imagem de perfil

    O Informador

    20.10.18

    Já que tocas na parte de Governo, nesse campo e falando dos serviços sociais através do Centro de Emprego o apoio é quase nulo. Anúncios de emprego não existem quase, quando comparados com os de sites com anúncios de emprego, como o do Sapo, por exemplo. As empresas não recorrem ao Centro de Emprego para procurarem novos funcionários porque? Uma questão que me faz alguma confusão!
  • Imagem de perfil

    Tudo Mesmo

    20.10.18

    O apoio é mesmo quase nulo, por parte do Centro de Emprego. Se estiveres à espera, bem o podes fazer.
    A questão do "Trabalho" e não "Emprego", à semelhança de outros temas bem importantes para o comum dos "Mortais Portugueses" é vista por mim desta forma:
    Recuando alguns anos no tempo, na altura do 25 Abril, lembro-me de ter tido colegas cujos pais emigraram para a Austrália porque o país estava receptivo a mão-de-obra, especialmente porque tinham falta de Mulheres. E ainda lá estão. Em Portugal, há um misto de falta de "Trabalho" com baixos vencimentos, Empregadores que querem "galinha gorda" por pouco dinheiro e Empregados que não querem trabalhar.
    É um pouco como os namorados.
    Anda tudo desencontrado!
    Enquanto as Empresas não começarem a pagar pelo valor real do Empregado, não há solução à vista.
    As "cunhas", os "amigos", os "favorecimentos" sempre existiram, mas actualmente chegámos a um ponto em que só mesmo assim se arranja trabalho. Não se valorizam as competências e as experiências.
    O caso ainda ainda é mais agravante nas mulheres! A mini-saia (embora actualmente se use a saia mais longa) e o decote ainda pesa muito nas entrevistas!
    Há uns anos os americanos passaram pela fase que temos, ou seja, os "acabados das faculdades" é que são a lufada de ar fresco nas Empresas. Deram-se mal. A experiência mostrou que muitas empresas tiveram problemas porque deixaram sair os que tinham o "saber". Voltaram a fazer o que deviam ter continuado: manter as pessoas experientes e transmitir esse valor aos recém-chegados!
    Em Portugal, estamos na fase da "lufada de ar fresco"... e como andamos sempre a reboque das novidades externas, talvez daqui a uns anos seja melhor.
  • Imagem de perfil

    O Informador

    20.10.18

    E quando vais a entrevistas e te dizem que vais ter quase dois meses de formação mas a trabalhar já com contrato e que nesse período ganhas uns 300€? Simplesmente a gozarem com quem precisa e quer trabalhar mas ser recompensado por isso.
  • Imagem de perfil

    Tudo Mesmo

    20.10.18

    Sim, também acontece, mas não te vou dar nenhuma novidade quando quanto menos custos as Empresas tiverem, melhores lucros são apresentados no final do ano.
  • Imagem de perfil

    O Informador

    20.10.18

    Nem sempre assim é. Quando uma empresa tem uma equipa confortável e bem com o que faz e como é tratada, melhor é o desempenho geral para se atingirem melhores valores. Penso assim e vejo que assim é! Estive mais de dez anos numa empresa que quando estávamos bem e voamos incentivo as coisas funcionam muito melhor e os rendimentos aumentavam a nível de trabalho/lucro.
  • Imagem de perfil

    Tudo Mesmo

    20.10.18

    Sim, claro que sim. Quando tens uma boa gestão, cujos trabalhadores estão motivados, recompensados por esse esforço, fazes o que se costuma dizer por gosto! Só que os Gestores mudam muito frequentemente e repito, devem apresentar resultados. Quando tal não acontece, eles próprios são "transferidos". Não é fácil de todo o mercado de trabalho hoje em dia.
  • Imagem de perfil

    O Informador

    20.10.18

    O mal das grandes empresas é um pouco esse. Por vezes dá vontade de entrar num projeto mais pequeno e acreditar que o teu desempenho ajudará a crescer do que integrar grandes projetos já composto em que tudo parece ser mais complicado.
  • Imagem de perfil

    Tudo Mesmo

    20.10.18

    Quer sejam Grandes ou Pequenas, depende como em tudo das Pessoas.
    A forma de gerir é semelhante, independentemente da dimensão!
  • Imagem de perfil

    O Informador

    20.10.18

    Tal como em tudo na vida! 😏
  • Imagem de perfil

    Tudo Mesmo

    20.10.18

    Isso mesmo. Agora, acabei de fazer colocar um post, sem previamente falar consigo a solicitar um emprego para si. Se o desemprego está a diminuir veremos como reage o mercado.
    As minhas desculpas se tiver sido inconveniente!
  • Imagem de perfil

    O Informador

    20.10.18

    Acredito que os próximos dias sejam de mudança. Estou em espera de respostas após entrevistas esta semana! Logo se verá!
  • Imagem de perfil

    Tudo Mesmo

    20.10.18

    Veremos se o meu post também ajuda! Nunca se sabe...
    Se há tanta falta de trabalhadores, veremos se alguma Empresa aceita o meu desafio.
    Boa Sorte!
  • Imagem de perfil

    O Informador

    20.10.18

    Pois, vi agora o tal anúncio que falaste. Agradeço pela iniciativa mas peço para tirares aquele texto... Não sabes o que prefiro exatamente, em que zona vivo...
  • Imagem de perfil

    Tudo Mesmo

    20.10.18

    Peço desculpa pela iniciativa, mas fi-la de boa fé. Nunca se sabe.
    Obrigada.
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    30-a-50-nobel-literatura-mrec

    Mais sobre mim

    foto do autor

    Sigam-me

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Mensagens

    Comentários recentes

    Pesquisar

    Atual Leitura
    Top mais vendidos Wook