Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Informador

Boeing Boeing aterrou no Teatro Politeama

Se tivesse de descrever o espetáculo Boeing Boeing em poucas palavras só o podia fazer com o cruzamento de comédia, diversão, talento e trabalho. Boeing Boeing é uma das produções que a Yellow Star Company adaptou para Portugal há uns anos e desde então que todos os anos tem sido encenada e enchido as salas de espetáculos de todo o país com sucessivas temporadas de sessões esgotadas. Os elencos podem rodar, o encenador alterar e o local da sessão ser em qualquer cidade ou vila do país e o certo é que esta divertida comédia está tão bem criada, do texto ao elenco, que o riso gera aplausos num hilariante trabalho que não deixa ninguém indiferente por onde tem passado.

Agora, após várias temporadas bem sucedidas, Boeing Boeing está de volta a Lisboa e aos palcos, onde pode ser visto no Teatro Politeama com um elenco de rostos que já passaram em anos anteriores por esta produção e com novos nomes a reforçarem o bom trabalho feito. Com um cenário de uma sala de uma qualquer casa, o espaço mais parece um porta-aviões recheado de amor para dar a três hospedeiras que se apaixonam, sem saberem, pelo mesmo homem, que as engana com promessas de amor eterno. O pior acontece quando as três desconhecidas percebem que não estão sozinhas na vida do seu noivo e o que parecia controlado com horários e escalas parece descarrilar para desespero de Bernardo aquando o momento em que o embate das três na mesma casa acontece.

Com António Camelier, António Machado, Carolina Puntel, Liliana Santos, Núria Madruga e Teresa Guilherme no elenco, sendo que a sessão a que assisti Teresa foi substituída de forma fantástica pela atriz Sónia Lisboa, Boeing Boeing tem tudo o que de essencial tem de existir numa comédia que é feita para que o público deixe por umas horas os seus problemas de lado para embarcar neste voo de enganos, embaraços, desaforos e contradições entre um homem com o coração bem grande para o partilhar com três bonitas mulheres, o seu amigo solteirão capaz e pronto, caso deixasse, para lhe dar uma ajuda com as noivas, e uma governanta em casa, com todos os segredos do patrão consigo, andando esta senhora numa correria entre os sabores do Brasil, de Itália e Alemanha, consoante os voos que chegam e partem para não se atrapalhar no agradar a cada menina e não falhar com o senhor que tanto ama e engana as suas hospedeiras de bordo que andam bem enredadas por amor.

Boeing Boeing é uma das melhores comédias a que assisti nos últimos anos e neste momento posso afirmar que já assisti a este espetáculo pelo menos umas quatro vezes, com mexidas de elenco e alguns ajustes na história. Se vi a primeira e gostei, voltei a ter a oportunidade de aplaudir e assim o continuarei a fazer com um novo elenco porque de certo, após a atual temporada surgirá outra e mais outra pelo excelente trabalho de boa disposição a que este voo convida o público a entrar. 

Boeing Boeing tem os bilhetes prontos e com o aviso para que todos coloquem os cintos, sentirem-se confortáveis e levantarem voo aos Sábados e Domingos, pelas 21h00, no Teatro Politeama, em Lisboa! Acredita que vale muito a pena assistir a esta hilariante comédia que assim que descola não tem volta a dar a não ser seguir o caminho da boa disposição!

boeing boeing elenco.jpg

Uma hilariante comédia de enganos sobre a trajetória de um Casanova da Era do Jacto, Bernardo, um arquiteto que está noivo de três mulheres, Janete, Julietta e Judite, três hospedeiras de bordo de diferentes países com quem vive, sem que saibam a existência uma das outras. Berta, a fiel empregada doméstica de Bernardo, é cúmplice neste jogo amoroso, trocando as fotografias, roupas de cama e ementas para que nenhuma das noivas desconfie da presença de outras mulheres.

Até que um dia os seus amores vão chegar à sua casa ao mesmo tempo...

Dada a azáfama vivida na casa de Bernardo, Berta está à beira de um ataque de nervos!

Um amigo de longa data do arquiteto, Roberto Seguro, veio visitá-lo e vê-se apanhado na maior trama amorosa que alguma vez viu e que terá um fim inesperado...

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.