Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Café da estrada

Uma viagem para férias de Alenquer até Portimão! Pelo caminho parasse para um cafézito e percebe-se que o bom atendimento e simpatia não reinam por todas as paragens!

Onde andam as boas maneiras dos proprietários dos estabelecimentos da borda da estrada, não falo daquelas meninas atenção, mas mesmo dos cafés e lojas de conveniência?! Primeiro entrasse no parque de estacionamento de umas bombas de combustível, estaciona-se e tenta-se beber café para marcar ponto a meio da viagem. Só que o senhor TóZéManel poderá não saber o que é servir com bons modos os clientes para mais tarde quando voltarem a circular na mesma via poderem parar de novo no local. 

Além do bom atendimento que não existe posso ainda falar do tipo de clientes do café da estrada. Quem pelas dez matinais pede um branquinho e uma bifana para enfrentar os quilómetros que se seguem? Ah pois é, aquele grupo familiar de clientes que já estavam no café do TóZéManel já estava a bebericar o belo do vinho. Os restos do pacote do branquinho sabem para onde foram? Pois, eu sei porque vi na esquina o patrão a beber do gargalo o que restava do pacote do branquinho saboroso do pequeno almoço dos outros.

Que bom atendimento que certos estabelecimentos fornecem aos clientes. Até dá vontade de lá voltar não tarda nadinha! Fui e não volto mais, tá?

1 Comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.