Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

sveva-casati-billboard

Coadoção homossexual

17
Mai13

Finalmente Portugal deu mais um passo em frente a favor da adoção de crianças por parte de casais homossexuais. Com a aprovação da coadoção é a partir de agora possível aos casais do mesmo sexo terem uma criança ao ser encargo e finalmente se percebeu que ser pai não é quem tem as dores e faz um filho. Ser pai é quem educa e passa por todos os conflitos para fazer de um pequeno ser um bom adulto que estará ao seu lado para os bons e maus momentos!

Com a mudança social e agora com a alteração da lei, o nosso país vai poder ter crianças que têm estado em instituições e em famílias que não as aceitam a serem criadas com pessoas que as amam, independentemente de viverem com uma pessoa de outro sexo ou não! Finalmente é mudada a lei que defende o amor e não o preconceito e se começa, devagar, a perceber que os sentimentos existem para serem partilhados com todos e não com quem estava socialmente estabelecido há uns anos. O mundo mudou e agora amam-se pessoas e não os diferentes de nós! Agora o amor de dois seres do mesmo sexo pode ser partilhado a três, com uma criança que não é sua de sangue mas que receberá o amor que existe para dar.

Fase às notícias de maus tratos por parte de progenitores biológicos que são pais porque sim e que não sabem dar valor a esse estado, este é sem dúvida um passo que vai ajudar a termos um país bem melhor daqui a uns tempos. Várias crianças vão poder, a partir de agora, ter um lar onde duas pessoas as amam e não é por se terem dois pais ou duas mães que tudo mudará. O amor que lhes será dado é o mesmo ou ainda maior do que o que é transmitido por um casal tradicional.

O que poderá ser mais complicado com esta mudança de lei será a visão dos outros, os comentários que as crianças adotadas vão ter que ouvir quando começarem a perceber que a sua família não é igual à da maioria dos seus amigos. Mas aí existe a explicação de quem cria e o que os outros dizem só mostra o quanta falta de respeito as pessoas têm para com os outros que só querem deitar abaixo. Quando se criticarem casais homossexuais que criam uma criança com tudo o que lhe têm para dar devia-se pensar se na casa desses bons críticos os mais pequenos sentem carinho e bem-estar... Talvez essas mesmas crianças que vivem com os seus pais de sangue fossem mais felizes fora dessa família que não dá valor ao que tem!

Portugal deu mais um passo a favor das crianças e dos sentimentos dos adultos! Agora só falta mesmo a adoção em pleno por parte dos casais homossexuais!

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.