Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Informador

13
Ago20

E Se Fosses Tu? | Tristão de Andrade

Matéria-Prima Edições

E016D220-222D-414A-957F-2D7A88F22538-694AA7DD-EDF1

 

Título: E Se Fosses Tu?

Autor: Tristão de Andrade

Editora: Matéria-Prima Edições

Edição: 1ª Edição

Lançamento: Julho de 2020

Páginas: 200

ISBN: 978-989-769-176-8

Classificação: 2 em 5

 

Sinopse: Nestas páginas fala-se de amor. Do que está vivo, do que já passou, do que se idealiza e do que nunca chegámos a ter. Histórias que ilustram a busca de um homem pela mulher dos seus sonhos, alguém que não conhece, mas vai encontrando em todas aquelas com quem se relaciona.

Pedaços do quotidiano e de vida, contos de esperança, de encontro e de desilusão, "E se fosses tu?" é um livro de possibilidades e da vontade de acreditar e viver um amor.

 

Opinião: Primeiramente quando peguei nesta leitura achei que estaria perante um romance onde a sua protagonista procurava a felicidade. Ao ler a sinopse percebi que iria encontrar em E Se Fosses Tu? diversos e os mais variados textos de amor, desilusão, vontade e partilha. Ao iniciar a leitura desta obra de Tristão de Andrade entendi que estava mesmo perante desabafos de um ser masculino sobre as suas histórias e encontros amorosos. 

Neste livro deparei-me com as mais diversas partilhas de pensamentos de um homem para com uma mulher, criticando os afastamentos, os entraves de uma relação, falando da traição e dos encontros fugazes, a vontade de deixar para encontrar uma nova premissa para amar, a entrega onde os desejos são essenciais e por vezes fatais. Em E Se Fosses Tu? o leitor é convidado a conhecer duas vidas em cada pequeno texto, a dele, o homem apaixonado, traído, conquistador e aventureiro e o dela que nos mesmos pontos consegue através destes diversos e dispersos narradores ser a grande culpada do final de todas as relações. 

Com uma escrita corrida, livre e direta, esta obra reflete memórias sobre quem passou, está ou poderá surgir na vida de quem partilha os seus pensamentos. Não me consegui encantar, mas já anteriormente com narrativas dentro do mesmo género me senti cansado, mostrando que livros com os mais variados textos que refletem a paixão, a ternura, devoção, erotismo e bem-querer não me conseguem conquistar.

 

 

Se ficaste curioso, encomenda já o teu exemplar de E Se Fosses Tu?...

e se fosses tu capa.jpg

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.