Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

17
Abr19

Expoente máximo da Sensibilidade

O Informador

sensibilidade.jpg

Ando muito sensível nos últimos tempos e não há problema algum em o admitir. Sei que estou bem, sinto-me em grande paz de espírito mas ao mesmo tempo não posso encontrar motivos de perda, afastamento ou de tristeza que logo e de forma fácil percebo que uma lágrima surge pelo canto do olho como se estivesse sempre pronta a disparar como uma bala perdida. 

Vejo uma série onde alguém desaparece ou tem de se afastar e choro. Vou ao cinema e adoro, mas isto já é um gosto antigo, ver um bom filme de lágrima fácil. Uma doença de alguém que por vezes somente conheço de vista e que me faz ficar sensível. Um colega de trabalho parte para um novo desafio profissional por vontade própria e choro por saber que tenho uma equipa que jamais tive e que de um momento para o outro começa a desaparecer. Alguém parte para a sua vida eterna e começo a pensar que podia ser um ente-querido e lá vem a lágrima. Estes são apenas alguns exemplos do que me tem feito ficar sensível pelas últimas semanas. 

Tenho neste momento consciência que estou numa fase bem calma a nível pessoal e que isso me dá alguma tranquilidade, no entanto e como já me disseram, com os anos a passarem parece que me tenho tornado num ser sensível a nível de sentimentos, aproximação, aconchego e carinho. Nunca me senti afetuoso num nível geral mas agora e olhando para os meus pensamentos e comportamentos, percebo que sou um moço que não demonstrava o quanto gosta de ter por perto determinadas pessoas mas que tem ficado cada vez mais lamechas e com demonstrações que acabam por denunciar que estou cada vez mais necessitado do bem que me conseguem dar. 

Felizmente que não vivo sozinho em sociedade e que tenho aprendido que existem pessoas tão boas por descobrir e que nos ajudam a desmontar um puzzle onde a dureza que prevalecia é cada vez mais complicada de gerir a favor da liberdade de expressão sobre o que realmente me vai no pensamento para com a emoção.

Sim, ando muito lamechas, o que destaco como fruto da idade e da perceção de que não existe necessidade de guardar para o nosso interior o que realmente se sente. É bom sentir, é bom mostrar e ser real! Obrigado pessoas!

 

gestao-emocao-mrec

2 Comentários

  • Imagem de perfil

    O Informador

    20.04.19

    Não acho que estar mais sensível e com a lágrima mais fácil seja motivo para não estarmos ao mesmo tempo felizes. Neste momento não me sinto triste, por exemplo, simplesmente me emociono com uma maior facilidade que há uns anos atrás.
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    young-adult-50-mrec

    Mais sobre mim

    foto do autor

    Sigam-me

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Mensagens

    Comentários recentes

    • eu não sei mas ou esta gente faz o mesmo em casa ,...

    • O Informador

      Sem dúvida! Existem momentos em que é necessário d...

    • O Informador

    • Sofia

      Ricardo, as nossas obrigações e prioridades estão ...

    • Cláudia C Silva

      Verás que sim :)

    Pesquisar

    Atual Leitura
    Top mais vendidos Wook