Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Informador

27
Jul20

Final do Big Brother a caminho...

big brother cláudio ramos.jpg

 

Na semana em que Cláudio Ramos visitou e jantou com os concorrentes do Big Brother, a penúltima gala do Big Brother começou como era esperado e por um motivo inesperado. A morte do pai de Ana Catharina marcou o final desta semana no jogo. A concorrente ficou a saber da notícia através de duas amigas que foram a uma sala privada da mansão da Ericeira, longe das câmaras e com todas as condições de segurança, e rapidamente a concorrente decidiu permanecer em jogo por estar longe da família que reside no Brasil. No Sábado as emoções foram fortes na casa e o serão de Domingo tinha mesmo de começar por este incidente que aconteceu fora do jogo mas que acabou por afetar a concorrente e os seus companheiros mais próximos. 

Com a devida homenagem, Cláudio Ramos discursou, mostrou todo o apoio do canal, produtora e público à concorrente brasileira, tendo sido mostrado como tudo foi explicado a Ana Catharina. A presença do Diogo nos momentos após a notícia ser dada, mostrando ter sido incansável com a sua companheira de jogo e com quem tem mantido uma ligação diferente e os desabafos para com o Big Brother da própria Ana sobre a sua história de vida para com o pai. O momento da curva da vida desta semana coube também a Ana Catharina, revelando os seus altos e baixos, mesmo perante a família que não aceitou a sua vontade de liberdade, partindo e acreditando nos seus objetivos e lutando pelos mesmos. A força para com a luta da igualdade das mulheres, o veganismo, a natureza, a proteção dos animais como se fossem pessoas. Todo o percurso que defendeu na casa é exatamente o reflexo da sua vida, lutando pelo coração e sem hesitar na hora de defender as suas vontades e crenças. A concorrente recebeu ainda mensagem em vídeo da mãe, que diz ser diferente de si, mas mostrando esta mensagem a quem a concorrente foi retirar a sua boa vontade para com a partilha e a vida. No final, Cláudio Ramos chamou Noélia ao confessionário para dar aquela força de quem perdeu o pai umas semanas antes de entrar na grande aventura da entrada no reality show. Um dos momentos mais fortes que este programa viveu ao longo da sua edição foi tudo o que a produção conseguiu criar em torno da Ana Catharina, sem cair no exagero e mostrando a simplicidade e a beleza que a própria concorrente sempre transmitiu com a sua estadia na casa, até num dos momentos mais pesados da sua vida.

Na sala os concorrentes escolherem os que poderiam ver os seus familiares, amigos e namorados através de um plástico onde deu para abraçar e conversar por breves instantes. Sandrina ganhou a escolha, tendo encontrado, ao final de três meses a sua mãe, chorando assim que bateu com os olhos na progenitora, recebendo assim força para a semana final do jogo. Ana Catharina também foi eleita, encontrando em noite de emoções fortes a amiga Débora com a qual praticamente não falou, abrançando e chorando, e gesticulando com a força do poder corporal a que nos tem habituado ao longo da sua estadia na casa. Iury também teve o seu momento com a mãe, mostrando mais uma crise de infantilidade com que nos tem habituado ao longo do jogo. Pedindo desculpas à mãe por algo que tenha feito dentro da casa, Iury sempre a pensar na opinião dos outros sem viver a experiência como devia. Na casa sempre pressionada por Daniel Monteiro quando este estava e após o seu regresso à casa da Ericeira, cá fora, sabendo que a família não aceitava os seus comportamentos amorosos, por isso tendo travado a sua naturalidade e vontade para ser uma concorrente real e não um boneco com a mente sempre a pensar no que poderia ser ou não aceite pelos pais. Soraia viu também a sua mãe, mostrando que mãe e filha têm a mesma forma bondosa de estarem na vida, mostrando ao público naquele momento a generosidade que as duas têm para com os outros e o amor que as une pela proteção e dedicação familiar numa luta pela igualdade e objetivos concretos de vida. No final, mesmo sem terem sido escolhidos, também Noélia, Pedro Alves e Diogo receberam as suas visitas. Pedro Alves recebeu a sua amiga de sempre, Marisa, num encontro em tons de brincadeira. Noélia voltou a ver pessoalmente o seu Felipe e no encontro vimos Noélia a ser Noélia, super preocupada com as lojas, com as viagens até à Venda do Pinheiro do marido, preocupando-se com tudo e mostrando que dentro e fora da casa esta concorrente algarvia é puramente igual. Diogo recebeu o seu amigo e colega profissional Gonçalo que lhe mostrou estar tudo bem, dando a dica para que o concorrente siga o jogo tal como o fez até aqui.

Comentários partilhados pelos espetadores nas redes sociais sobre a última semana dos concorrentes a serem mostrados para a casa e com direito a divagações dos concorrentes sobre os mesmos. Noélia e Hélder no confessionário para comentarem as picardias entre ambos na última semana, desde que o ex-concorrente regressou à casa com a missão de ser ainda pior do que já era antes de ser expulso do programa pelo público. Hélder regressou e devia tentar limpar a sua má imagem junto dos espetadores, mas tem feito exatamente o contrário do que o pretendido, enterrando-se ainda mais com metade do que deixa sair da sua boca neste seu regresso aos ecrãs. Posteriormente, Hélder trocou com Pedro Alves e com Noélia foram debatidos também os últimos dias de ambos e as suas quezílias numa convivência que se queria saudável. É sabido que não gosto do Hélder e acho o Pedro insuportável, estando a Noélia no meu top três dos favoritos, mas também percebo que seja bem complicado lidar com uma Noélia durante meses com o seu feitio controlador. 

Nos salvamentos da noite, Ana Catharina foi a primeira a ficar eleita como finalista, juntando-se assim ao seu Diogo, a Sandrina e também a Soraia. Mais tarde o público salvou a Noélia, a concorrente que mais vezes foi a votação ao longo de toda a edição e que sempre foi sobrevivendo no jogo e mesmo no final do direto Pedro Alves foi positivimanete expulso por decisão do público, passando assim Iury a fechar o lote de finalistas na edição de regresso do Big Brother à televisão portuguesa. Fez-se justiça mesmo junto do grande dia em que as portas da casa se fecham para renovação por umas semanas e o grupo base dos kamikaze deixou de existir como concorrentes ao prémio final, sobrando uma Iury e Sandrina que andaram durante bastante tempo na incerteza sobre o lado a que pertenciam.

Sandrina, Diogo, Soraia, Ana Catharina, Noélia e Iury são os concorrentes a competição para o prémio final dos 50.000,00€. Um deles sairá vencedor, eu tenho os meus três preferidos no Diogo, Noélia e Soraia, acreditando cada vez mais que será a pureza de Soraia, que não criou polémicas na casa, mantendo sempre o bom senso e querendo que todos se dessem bem, a levar o prémio desta edição do Big Brother. 

Aceitam-se apostas! Quem será o vencedor do Big Brother 2020?

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.