Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Gozam com o Gustavo, mas...

Os comentários de gozo para com Gustavo Santos continuam e sabem o que é de admirar? O seu novo livro, Ama-te Nível 2: Assumir a Alma encontra-se no top dos mais vendidos desta semana na FNAC.

Afinal de contas vale ou não a pena ter um espirito social de paz e amor e fazer grandes discursos estupidificados para apresentar pela internet? Ele é criticado, imitado e gozado, no entanto vende. Isto quererá dizer alguma coisa ou não?

Boa Gustavo, o Querido vai rendedo no ecrã e nas livrarias nacionais as suas obras vão vendendo, mesmo que a crítica não seja positiva, o que interessa neste caso é dar nas vistas, colocar a sociedade a comentar e assim vender!

gustavo santos.jpg

«Escrevo este livro, caro leitor, não pelo sucesso do anterior Ama-te, mas porque nele não coube tudo o que sinto, tudo o que o meu coração me pede para partilhar e, tão pouco, tudo o que é o amor. No livro anterior, havia um propósito claro: conectar as pessoas à terra, ligá-las ao seu imensurável poder pessoal, empurrando-as consequentemente para a ação, para a mudança do óbvio e para si mesmas. E, por isso mesmo, a escolha do vermelho para ilustrar a capa. O vermelho é a cor do poder pessoal, é sinónimo de individualidade e coragem, revitalizador de corpos adormecidos e energias estagnadas. Através da assertividade que emprego nas minhas escolhas, ações e discurso, fiz por te ligar a essa vibração de forma a sentires-te outra vez e, sobretudo, a perceberes que nada, nada mesmo, do que te atormenta veio para ficar ou vive em ti sem solução. O objetivo neste segundo nível é, igualmente, claro para mim: levar-te numa viagem transformadora, sem precedentes, entre a terra e a intuição, entre o poder pessoal que tens para mudar tudo o que queres e a alma que habita em ti, essência essa que, ao ser devidamente escutada e integrada, poderá levar-te para lá de todos os limites que ainda conheces. Irei, naturalmente, continuar a alimentar o teu assumir terreno, mas o compromisso é ligar-te ao teu «Eu» mais subtil, para que possas ganhar uma nova consciência da alma que és e do que vieste aqui fazer. Permite que a alma te guie. Ama-te.»

6 Comentários

  • Os tops nem sempre revelam qualidade, no entanto o que é certo é que existem leitores a comprarem as obras do Gustavo, o que talvez não esteja de acordo da ideia que no geral se tem sobre o apresentador do Querido. Não li e não tenciono ler algo da autoria do Gustavo, no entanto vejo-lhe mérito por vender mais do que muitos nomes sonantes da nossa literatura, que são apoiados pela crítica. Neste caso, falem bem ou mal, o que interessa é falarem para ajudar a vender.
  • Imagem de perfil

    Sara

    29.11.16

    Mérito em quê? Encher os bolsos à custa da ignorância do povinho? Venderes muito não quer dizer que escrevas bem e é por isso que ninguém com dois dedos de testa se vai guiar por esses tops...O Gonçalo M. Tavares é clamado pelo crítica? Não faço ideia? Vende muito? Também não sei. A mim só me importa o que eu acho dos livros.
  • Tal como tu gostas de Gonçalo M. Tavares, existe então quem goste de Gustavo Santos, por isso existe mérito do apresentador!
  • Imagem de perfil

    Sara

    30.11.16

    Não vejo grande mérito em escrever larachas ou dramalhões de enfiada como certos "escritores" fazem, se vendem muito é-me indiferente...Mas por mim podes atribuir mérito ao que entenderes e leres aquilo que quiseres, podes até colocar os livros da Margaridinha num altar desde que me deixem sossegada xD
  • Gonçalo M. Tavares também escreve livros de enfiada. Agora não percebi essa quando o autor que defendes faz o mesmo. Todos te deixam em paz, desde que os deixes em paz também. Quem começou a comentar este texto foste tu, se não querias conversa não a iniciavas...
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.