Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

15
Mai16

Luar da Serra

| O Informador

luar da serra.jpg

Autor: Luísa de Souza

Data: Janeiro de 2016

Editora: Chiado Editora

Número de páginas: 340 páginas

Classificação: 3 em 5

 

Opinião: A primeira obra de Luísa de Souza leva-nos a passar do corrido mundo urbano para a ruralidade onde a paz e harmonia parecem conviver de mãos dadas com quem por lá passa a sua vida. E foi assim que entrei na leitura de Luar da Serra, o romance onde Laura e Sofia, mãe e filha, respetivamente, são protagonistas duma história que não deixa margem para dúvidas que nem todas as mudanças podem ser negativas mesmo quando parece que o mundo está prestes a desabar. 

De um momento para o outro uma família acaba por ver tudo o que foi conquistado ao longo dos anos a ser-lhes retirado por parte de um casal que se desvanece sem nada o prever. De mãos atadas e sem bases para seguir em frente uma mãe só tem uma solução à vista. Sair da cidade e dirigir-se para a casa de campo que lhe foi deixada por herança e que havia sido esquecida pela família durante anos. Contrariamente a esta ideia encontra-se uma adolescente que não quer deixar a sua boa vida, amizades e estatuto social para trás. Só que as surpresas para com a vida calma e pacata vão surgindo e a forma como estas personagens mudam as suas rotinas a favor do bem-estar é formidável. 

Ao longo da leitura de Luar da Serra sorri, ri e pensei bastante nas mudanças que por vezes certas situações podem causar num rumo que está previamente delineado à partida. Como tudo pode mudar ao estalar dos dedos para que a solo ou acompanhados recomecemos a aprender a estar numa vida que continua nossa mas que é vista de outra forma porque as circunstâncias assim o exigem.

Com Laura e Sofia isso acontece! A estabilidade do início transforma-se no caos que dá lugar a um outro modo de ver as coisas, lutando para reconquistar o que parecia perdido. Aos poucos, num outro ambiente e longe da confusão, esta família volta a unir-se para que de mãos dadas consiga voltar a sorrir de esperança. Novos lugar, pessoas, costumes e hábitos entram nestas vidas que ganham assim um novo alento para seguir em frente.

Um romance inspirador, leve e bem disposto para nos acompanhar por momentos em que podemos pensar que está tudo perdido pela nossa vida!

 

Sinopse: Assim que Laura entra na pequena aldeia de Vila Boa de Cima, perdida no cimo da Serra de Montemuro, trazendo no seu carro o pouco que possui e tudo o quanto ama, sente a brisa da esperança encher-lhe a alma e sabe que desde que tenha os seus filhos ao seu lado nada mais importa.

Para Sofia, o primeiro vislumbre desta nova realidade para onde é arrastada pela sua mãe é tudo o que não quer e sabe que se certificará que a estadia neste fim do mundo seja o mais curta possível.

O vento da mudança tinha acabado de empurrar ambas para bem longe da vida segura e confortável a que estavam habituadas, em direção a um tornado de emoções e de descoberta delas mesmas.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

  • O Informador

    Esse é mesmo o único filme que encontrei e cujo no...

  • Sofia

    https://youtu.be/vnlOqL2DVhYSou fâ de terror, mas ...

  • O Informador

    Talvez seja mesmo de A Colina Escarlate.

  • Sofia

    O escarlate diz-em algo, mas não me consigo lembra...

  • O Informador

    Nada disso! Até posso ser eu a não ter encontrado ...

Mensagens

Pesquisar