Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Universitários-billboard

Mentiras das redes sociais

máscaras redes sociais.jpg

 

Eu partilho, tu partilhas, ele partilha, nós partilhamos, vós partilhais e eles partilham! Aqui está o verbo partilhar no presente do indicativo a iniciar um pensamento sobre o que vai sendo mostrado pelas redes sociais. A questão que levanto é, a realidade que é partilhada é assim tão verdadeira?

Será que todas as partilhas são assim tão reais sobre o dia-a-dia de cada um? Não, ninguém mostra a verdade, no entanto se uns são livres e partilham o que querem e bem entendem e se aproximam com ou sem filtros, à primeira ou com sucessivas tentativas, outros elaboram tanto que só acabam por mostrar que a vida que querem anunciar ao mundo não passa de um rascunho mal elaborado que com o tempo acaba por não funcionar. 

Aquelas selfies que não o são com todos os cuidados do mundo, com a roupa emprestada, a paisagem onde estiveram de passagem é vista sim, mas com o tempo alguém acredita que aquilo é assim tão real e que a vida daquelas pessoas acontece somente entre hotéis de luxo, praias e festas? Será que quem está a partilhar vidas de fachada tem noção que é notório que as vidas não são assim tão belas como as querem fazer pintar para passar aos outros? Vocês trabalham, acordam sem maquilhagem, cozinham, depilam-se, dizem asneiras quando se aleijam e até podem ter uma unha encravada, no entanto tudo é tão belo que até parece que não precisam do emprego onde ganham pouco mais que o ordenado mínimo nacional, visitam lojas da moda mais baratas e dividem o menu do almoço com a cara metade porque não têm fome para mais. Isso é a realidade de quem só mostra o novo fato de banho ao longe para não se ver a marca porque foi comprado numa loja online diretamente da China mas que parece igualzinho ao da Calzedonia, os ténis da Primark que são uma boa imitação de lado mas de forma disfarçada dos da Nike, o chinelo da Lefties que parece os da Havaianas. Tudo mostrado ao longe, de forma a não mostrar diretamente o local das marcas, num estudo de mercado bem conseguido para se mostrar o que não se é. Meus caros, quem vos conhece depois percebe que não têm nada a não ser demonstrações de grandeza quando na realidade se percebe que de grande nada têm à vista, só se for a imaginação para se fazerem passar pelo que não são. 

Ao estarem a mostrar aos outros o que não são só revelam a infelicidade com que vivem o vosso dia-a-dia! Mostrem mais verdade e menos personagem meus caros criadores de mitos e verdades das redes sociais!

 

livro-ter-sucesso-instagram-mrec

6 Comentários

  • Na realidade não mostramos a verdade como ela é. Existe sempre o que não vamos mostrar e a forma de embelezar algum tema para que saia melhor...
  • Perfil Facebook

    Cláudia C Silva

    30.08.19

    Epa, se embelezar for pôr um filtro.. Ok... Mas mesmo assim podemos simplesmente partilhar detalhes do dia a dia que não deixam de ser reais e fazer parte da nossa vida :)
  • Embelezar o que não se é não passa simplesmente por colocar um filtro. Sabes quando mostram o que não são? É mais por aí!
  • Perfil Facebook

    Cláudia C Silva

    31.08.19

    EPa mas isso é subjetivo... Como sabes o que são ou não? Na verdade, há muitas pessoas que seguimos e nem conhecemos, eu sei lá se aquilo q a pessoa mostra não é mesmo a vida dela?
    Uma coisa é ver que uma pessoa que eu conheço na vida real partilha coisas que são realmente discrepantes com o que eu conheço da vida real dela. Outra é só pessoas como tu, que sigo online... Por exemplo agora ultimamente partilhaste mtas fotos na piscina e que tas de férias... Tipo, tás de férias. Pq haveria eu de dizer que isso que mostras "não é real"? É a tua realidade de agora que estás de férias xD Mas não teria forma de dizer se o que partilhas é mais ou menos genuíno porque efectivamente não conheço a tua vida real, tal como acontece com muitas pessoas que seguimos.
    Se é verdade que muita gente é fake nas redes sociais, tb é verdade que nós cá deste lado julgamos muito sem saber. A pessoa pode realmente partilhar coisas da sua vida, real, com mais ou menos filtro, mas ser a sua vida, pronto. Não sei até que ponto muitas vezes o nosso julgamento não terá uma pontinha de inveja, entendes o que quero dizer? Ou seja, lá pq a pessoa partilha algo mesmo fixe, e nós não vivemos ou temos aquilo, achamos logo que a outra pessoa é que está a ser fake, quando pode não ser. É a realidade dela.
  • Quando não conheces pessoalmente a pessoa em questão não podes e nem tens como avaliar, mas quando um dia conheces quem está por detrás de determinado perfil e percebes que a versão real não é de todo a que é passada pelas redes sociais ficas bem desiludido. O tema em que toco vai mais de encontro à superficialidade com que se mostram as coisas. Olham para os teus perfis e não vejo pontos que fique a pensar que fazes para a foto porque não és assim, no entanto existem vários perfis em que ficas a duvidar porque o show que é transmitido não pode existir na realidade quando depois sabes o que as pessoas fazem e como vives realmente.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.