Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

03
Ago15

Mínimos

O Informador

12345.jpg

Prometia, tem cumprido junto da maioria do público mas não me convenceu! É certo que gostei e soltei várias gargalhadas ao longo dos noventa minutos de Mínimos, no entanto não sai da sala de cimena com a sensação que esperava.

Usando a boa fama que os pequenos bonecos amarelos conseguiram junto dos fãs em Gru, o Maldisposto, a aposta é certeira num filme protagonizado pelos verdadeiros heróis de outrora, no entanto podiam ter feito um outro enredo em detrimento das perseguições onde os maus da fita existem sempre.

Não gosto de ver filmes animados onde tudo se baseia nos bonecos andarem atrás dos vilões para salvarem a honra do convento, neste caso a honra da coroa. Qual a razão de não terem feito o filme com os Mínimos com uma história familiar e bem mais animada sem armas e maroscas para conseguirem alcançar o que tanto queriam?

Certo que os pequenos vivem em comunidade e protegem-se mutuamente, lutando como um todo e passando uma grande mensagem nesse campo, no entanto esse estilo é deveras irritante nos momentos em que Scarlett interege com a comunidade amarela de forma completamente desnecessária.

Esperava mais de Mínimos que poderiam ter um estilo mais virado para o mundo de Toy Story e não tanto para o dos super-heróis sem nexo.

Prometia, cumpriu e virá de certo com sequela mas não consigo aplaudir!

Título original: Minions

De: Kyle Balda, Pierre Coffin

Com: Chris Renaud (Voz), Pierre Coffin (Voz), Sandra Bullock (Voz)

Género: Animação, Comédia

Os Mínimos são uma comunidade de incontáveis seres pequenos, amarelos e em forma de comprimido. Incansáveis e algo insanos, são dotados de um humor só comparável à tendência para tropelias. O sentido da vida destas criaturas depende de uma única coisa: servirem um vilão. Com Gru, um maldisposto crónico, encontraram a simbiose perfeita. Mas nem sempre foi assim. Esta é a história da sua evolução desde os primórdios dos tempos. É também a história da sua longa e infrutífera busca por um amo, do tiranossauro a Napoleão, passando pelo Conde Drácula. Em 1968, 42 anos a.G. (antes de Gru), os Mínimos estão deprimidos e sem mestre. Três deles – Kevin, Bob e Dave – decidem fazer-se à estrada em direcção a Orlando (EUA), onde decorre a maior de todas as convenções de detestáveis, temíveis e maldosas figuras: a Vilão-Con. Ali encontram Scarlett Overkill, a primeira supervilã do mundo. Convencidos de que encontraram a chefe perfeita, vão trabalhar para ela em Londres (Inglaterra). Rapidamente se vêem embrulhados em aventuras em catadupa que vão incluir o maior desafio da sua existência: a salvação de todos os Mínimos.

Comédia de animação realizada por Pierre Coffin e Kyle Balda, com argumento de Brian Lynch, "Mínimos" é um "spin-off" da saga "Gru - O Maldisposto" que dá protagonismo às pequenas e hilariantes criaturas. A versão original conta com as vozes de Sandra Bullock, Michael Keaton e Steve Coogan. Do elenco português fazem parte Soraia Chaves, César Mourão, Herman José e Vasco Palmeirim.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

young-adult-50-mrec

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Comentários recentes

Pesquisar

Atual Leitura
Top mais vendidos Wook