Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Cardeal | Nuno Nepomuceno

Cultura Editora

o cardeal capa.jpg

 

Título: O Cardeal 

Autor: Nuno Nepomuceno

Editora: Cultura Editora

Edição: 1ª Edição

Lançamento: Janeiro de 2021

Páginas: 416

ISBN: 978-989-9039-14-8

Classificação: 3 em 5

 

Sinopse: «Escritor implicado em homicídio macabro»

«Corpo encontrado nas margens do rio»

«Cardeal barbaramente assassinado»

«Quem matou Laura Emanuel?»

A pacata cidade de Cambridge estremece, ao ser confrontada com os pormenores monstruosos do crime. Mas tudo piora quando uma criança desaparece a caminho da escola. O menino é encontrado numa mata, nu e estrangulado. Adam Immanuel, um escritor inglês, é visto a fugir do bosque. E todos, exceto uma jornalista e um professor universitário, acreditam que é culpado.

Simultaneamente, um cardeal chega à Cidade do Vaticano num ambiente de grande polémica. O novo Papa foi assassinado, o mundo prepara-se para mais um conclave e um delator continua a publicar informações comprometedoras sobre a Santa Sé. Todavia, será que o religioso recém-chegado veio para ficar? Porque esconde a associação a um assassino profissional? Será ele capaz de resistir à aproximação de uma bela, mas nada inocente, mulher?

 

Opinião: Nuno Nepomuceno presenteou os seus leitores com um novo thriller religioso dentro da série Afonso Catalão que se começou a celebrizar com A Célula Adormecida e continuamente com Pecados Santos, A Última Ceia e A Morte do Papa. Agora chegou a vez do quinto volume chegar junto dos leitores e ao contrário do que havia acontecido anteriormente, senti necessidade de recorrer aos livros anteriores para me situar na continuação da história, para mais com vários nomes e estatutos a surgirem, uns de novo mas com ligações a personagens antigas e outros vindos do passado com alguma história firmada. 

Assumidamente rendido à escrita de Nuno Nepomuceno desde o primeiro volume desta série e reconhecendo que neste momento o autor anda entre os meus favoritos no que toca a thrillers, O Cardeal trás assim de volta o professor Afonso Catalão ao centro da ação quando é convidado a regressar à Universidade de Cambridge para um novo e curto ciclo de aulas graças aos seus prestigiados contributos enquanto por lá lecionou. Regressando ao local onde já foi feliz e por onde viveu certas situações complicadas, Afonso depara-se de imediato com dois crimes macabros onde se acaba por envolver devido a ligações pessoais desse seu passado. Uma idosa desmembrada e com os seus membros espalhados e desaparecidos pelas margens do rio Cam e a morte de uma criança lançam as suspeitas sobre um famoso autor conhecido do professor e vencedor de grandes prémios literários. Todos acreditam que a culpa destes crimes está em Adam, o escritor, no entanto o professor percebe que as suspeitas gerais podem estar a ser desviadas da realidade por interesses superiores. 

Ao mesmo tempo que Afonso tem ao seu encargo uma investigação pessoal, também Diana, a sua mulher jornalista freelancer, volta a mexer nos meandros do Vaticano para descobrir os pecados mesmo às portas de mais um conclave e o mistério em torno da morte do Papa Mateus II. Corrupção, homossexualidade, prostituição, homicídio e todo um mundo paralelo a correr em torno da fé, mesmo com os altos cargos da igreja envolvidos num ambiente pecaminoso com contornos bem profundos e que geram rebelião e bastantes guerrilhas internas sobre o real jogo de interesses pelo poder. 

Quem estará por detrás destes crimes? Onde está o verdadeiro culpado sobre estas mortes que aparentemente não têm ligação entre si? Que conseguem Afonso e Diana descobrir e partilhar entre si para chegarem ao verdadeiro assassino e culpado de todas as situações que têm acontecido ao longo dos últimos anos? Uma dupla investigação sobre o que aconteceu e ao mesmo tempo do que está para surgir e onde todos, até os mais santificados rostos, podem ter pontas soltas neste jogo de omissões sem escrúpulos. 

Numa obra ficcional inspirada em factos reais de acontecimentos semelhantes aos descritos e transformados para servirem no desenrolar da ação, Nuno Nepomuceno criou em O Cardeal todo o suspense para transformar e dar de novo uma história de leitura compulsiva onde o leitor pretende chegar ao final para descobrir quem é o verdadeiro culpado de todos os acontecimentos inusitados. Afinal de contas, que significados têm os cardeais nesta narrativa que do início ao fim se conseguem apresentar dos dois lados da barricada ao fazerem companhia a Afonso e Diana que separados nas suas procuras acabam sempre por se completar para que possam seguir em frente com descobertas feitas. 

Um livro a não perder para quem leu os antecessores e já tenha percebido que o mestre do thriller religioso em Portugal não brinca em serviço. 

 

Na Conversa com... Nuno Nepomuceno

Falei com o autor da série Afonso Catalão no lançamento de O Cardeal

nuno nepomuceno o cardeal.jpg

 

Se ficaste curioso, encomenda já o teu exemplar de O Cardeal

o cardeal.jpg

3 Comentários

  • O 3/5 vai de encontro ao que encontrei nos livros anteriores. Neste senti-me um pouco perdido perante o que li anteriormente da saga Afonso Catalão.
  • Sem imagem de perfil

    Mariana

    14.01.21

    Obrigada! :)
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.