Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

O Mundo Começa Aqui

Publicado por O Informador, 30.06.16

o mundo começa aqui.jpg

Autor: Inês Fonseca

Data: Janeiro de 2016

Editora: Chiado Editora

Número de páginas: 174 páginas

Classificação: 4 em 5

 

 

Sinopse: Quando voltamos já nada é igual, porque na vida não se pode voltar a coisa nenhuma, já que coisa nenhuma está onde a deixámos antes. (...) Quanto mais me afasto de Lisboa, mais me sinto de Lisboa. Quanto mais longe vou, mais perto fico da minha origem, da minha essência. Mas isso é tão bom quanto mau porque nós, que estamos longe sem data de regresso, sabemos que embora sejamos cada vez mais do sítio de onde saímos, ele é cada vez menos nosso.

 

Opinião: Uma borboleta na capa de um livro e logo surge o pensamento de que iremos ter pela frente a liberdade conjugada com a esperança da mudança. Em O Mundo Começa Aqui, Inês Fonseca surpreende com um desenrolar de histórias e desabafos pessoais sobre a família e as pessoas que lhe são mais próximas, aquelas que a marcam e que a marcaram ao longo do tempo por algum motivo. Da mãe ao avô, do padrasto ao primo, sem esquecer os irmãos, os amigos e as pessoas com quem se cruzou um dia em locais inesperados. Inês consegue através de uma união de textos, que foi escrevendo ao longo dos últimos anos, homenagear quem ganhou importância de alguma forma no seu dia-a-dia. 

O Mundo Começa Aqui acaba por ser um relatado de vida da autora que vai contando como foi o seu crescimento na aldeia, a sua passagem pela capital, a partida para terras espanholas... Ao fim e ao cabo o leitor é convidado a presenciar de forma pessoal como as várias etapas de vida desta jovem foram acontecendo através de mudanças recheadas de pausas, reflexões, medos, frustrações, mas acima de tudo positividade por acreditar que tudo é possível quando o pensamento consegue ajudar a superar os contratempos que vão surgindo. Neste livro de pensamentos pessoais somos convidados a conhecer pessoas, algumas mais conhecidas do que o cidadão comum pelo nosso país, a família dos Açores, os antepassados familiares, o homem que toca numa esquina em Espanha e que também é português, o amor da vida desta sonhadora que mesmo de olhos bem abertos leva os seus desejos mais profundos em frente porque sem acreditar nada é possível, muito menos se a luta for a solo. 

Conviver, aprender, ter tempo para o próximo, deixar que tudo aconteça com o tempo que cada qual merece de nós são algumas das lições que esta apaixonada pelo mundo musical e acima de tudo pelo Mundo consegue transmitir ao longo do seu testemunho. Em O Mundo Começa Aqui a autora eleva os seus pilares ao mais alto nível mostrando que todos foram e são importantes para que novas conquistas sejam possíveis, mesmo que a própria Inês tenha falhado por vezes com alguns, por falta de tempo, de paciência ou somente devido à distância. Conseguirá o Mundo pedir desculpas pelos erros que são cometidos e somente entendidos algum tempo depois?

Através de O Mundo Começa Aqui fui pensando como por vezes somos egoístas para com quem está mesmo ao nosso lado, deixando que o tempo passe sem que exista uma acção que mostre afecto, carinho, boa vontade ou simplesmente para mostrar que estamos presentes para tudo o que seja necessário. Se não nos entregarmos a nós e aos outros a quem nos entregaremos? Poderá ser tarde quando a percepção do que tem de ser feito apareça e aí poderemos tentar, mas corremos o risco de chegar tarde!

Com uma escrita simples, familiar e acolhedora, Inês chega onde muitos grandes autores não conseguem, cativando o leitor com as suas histórias que podem acontecer a qualquer um , mostrando que afinal o voo da borboleta é tão simples se o deixarmos decorrer sem intromissões pelo caminho. 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.