Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Primark já não é barata!

Nos primeiros tempos de Primark em Portugal a loucura para com a marca era incrivel ao longo de todo o ano e principalmente em épocas festivas e de saldos porque os preços baixos existiam sempre e ainda conseguiam estar melhor nas campanhas. Nos dias que correm não vejo a Primark com os mesmos olhos porque os preços não estão assim tão distantes de marcas como Pull & Bear, Springfield e Zara. 

Onde andam os preços bem convidativos na secção de homem nos dias que correm na Primark afinal? Casacos a 49,98€ e calças a 22,98€? Qual a diferença então para a concorrência que se encontrava num nível superior? A qualidade pode ser igual e o preço variar por um ou dois euros, mas o que é isso quando há uns anos a diferença existia realmente e a loucura para se ir à Primark era percetível?

Percebo que no que toca a roupa de crianças e mesmo de mulher os preços continuem baixos, no entanto em termos de moda masculina isso não acontece e não é assim tão mais barato recorrer a artigos desta loja em detrimento da concorrência que, convém dizer, sempre tem modelos mais apetecíveis e com desenhos que marcam a tendência do ano. 

Primark em termos masculinos foi barata, já não é!

 

2 Comentários

  • Isso mesmo! Começaram com preços baixos e agora já estão ao mesmo nível dos outros sem que o consumidor em geral se tenha dado conta. Isto na altura em que já é sabido que um novo concorrente irá entrar no mercado nacional (agora não me lembro do nome, mas vi a notícia há dias). Faz lembrar um pouco o Lidl nos seus primeiros anos em Portugal. Era o mais barato, com marcas estrangeiras e tal. E agora? Chegou o Aldi e o Lidl passou a ser quase um supermercado igual a tantos outros, somente com um sistema de atendimento diferente dos demais.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.