Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Informador

Pensamentos que podem ser de qualquer um!

policial-billboard

Revistas só com publicidade

17
Fev13

Uma das mais conhecidas revistas sociais do nosso país, aquela dos Rostos, foi folheada por mim por estes dias e depois de ver o que por lá dizia sobre os nossos famosos, dei-me ao trabalho de contar o número de páginas de reportagens e a quantidade que eram dedicadas a anúncios publicitários. Eis que, surpresa, mais de um terço da revista era de publicidade.

Em 96 páginas, onde não contei a capa e contracapa, 60 foram ocupadas com entrevistas, notícias, fotografias, crónicas, passatempos e humor e as restantes, ou seja, 36, são compostas pela famosa publicidade que nos invade por todo o lado onde estamos e entramos.

Logo as primeiras 10, sim, as 10 primeiras páginas são só com anúncios e nem uma reportagem sobre alguém ou algum evento, só mesmo venda de novos produtos que chegaram ao mercado e tão bem se destinam ao público desta tão bem vendida revista social.

As pessoas compram uma revista e levam com tanta publicidade e páginas desnecessárias só com imagens de famosos e as ruas roupas que se pode dizer que a função da redacção desta querida revista não deve ser lá muito grande, só se cada um só tiver ao seu encargo umas duas páginas por semana.

Vou pensar e criar uma revista com o nome O Informador da Publicidade e só apresento nas páginas que por lá vão encontrar anúncios, que acham da ideia?!

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.