Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Será uma boa aposta profissional?

casas.jpg

Iniciei o mês com uma entrevista de emprego. Sim, eu estou empregado, mas quero mudar e ando a ver o mercado de contratações, tendo sido chamado em dois dias para me sentar nos escritórios de uma Imobiliária.

Gostei do que ouvi por parte do diretor e da responsável comercial que me explicaram todos os procedimentos e métodos de trabalho da empresa. No entanto o facto de não ter um ordenado base incomoda-me um pouco pela instabilidade que isso me dá. Sei que fui praticamente escolhido na entrevista, irão ligar-me na próxima semana para lhes dar a resposta e não sei o que fazer.

Deverei saltar de onde estou com ordenado com valores exatos mensalmente mas onde não estou bem ou partir para uma área onde tenho de aprender e correr o risco de existir um mês sem nada levar para casa como ordenado. Será que o mercado imobiliário está à minha espera ou será uma má aposta esta mudança?

Se alguém conhecer o ramo que me dê alguma dica para me ajudar a decidir nesta hora tão complicada!

 

3 Comentários

  • Pois, tendo uma base como tu que tens uma empresa que te poderá dar uma outra base seria diferente. Agora ficar dependente somente daquele ordenado que nos primeiros tempos não deverá correr assim tão bem deve ser mais complicado. São três meses de formação e parece me que nesses três meses nada se consegue porque estaria sempre acompanhado por um colega já com experiência que fica com as comissões. Não sei mesmo o que fazer. Somente o facto de saber que não tenho um base mas está a bloquear.
  • Perfil Facebook

    Cláudia C Silva

    03.02.18

    Sim, mas a minha empresa é uma startup e como tal, não me permite viver dela. Foi aliás por isso que procurei outras opções e me surgiu esta... Portanto a minha situação continua a ser de não ter nenhum ordenado fixo para nenhum dos lados. Isso da formação e do colega ficar com a comissão depende das agências. Por exemplo, no meu caso, há formação sim, mas posso ir fazendo as coisas. No fundo a formação é dada ao longo da integração. Se eu vender uma casa hoje, mesmo que só tenha passado um mês, ganho a comissão à mesma. Se for fazer uma visita (que ainda não fiz) com um consultor mais experiente, fico eu com a comissão à mesma, porque fui eu que levei o cliente, o outro consultor só foi orientar-me. Do mesmo modo que quando for eu mais experiente, faça isso eu com os novatos e não fique com essa comissão (faz parte do espírito de entre ajuda). E mais, há um curso de 5 dias que é obrigatório tirar e que custa 200€, mas a agência adianta-me esse valor e só é descontado quando receber a primeira comissão, o que é um voto de confiança. Mas, claro, depende das redes e das agências... Não faço ideia como funciona nas outras, mas eu até tive sorte nas condições que apanhei.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.