Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Universitários-billboard

Voltei aos Monólogos da Vagina

Monólogos da Vagina

Hoje é dia de partilhar contigo que ontem voltei a assistir, pela segunda vez desde que estreou em Portugal, ao espetáculo Monólogos da Vagina.

Quase dois anos e meio depois da minha primeira vez na plateia desta produção, voltei a assistir, com elenco renovado e agora no Teatro Politeama. Nada falha neste espetáculo onde as mulheres e as suas vaginas estão em destaque, sem esquecer os seus parceiros de cama e não só. O amor, o orgasmo, o preconceito, a dor, as origens, o auto conhecimento entre bons momentos de comédia e também em partilhas mais pesadas são desta vez retratados pelas vozes e interpretações de Marta Andrino, Sofia de Portugal e Teresa Guilherme, que seguem a linha dos elencos anteriores de darem um bom espetáculo ao público que agora procura a sala do Teatro Politeama para mais uma temporada desta fantástica produção da Yellow Star Company que tem enchido as salas da capital e de Norte a Sul do país, ilhas incluídas.

Volto a reforçar a ideia de outrora, todos devem ver os Monólogos da Vagina, sejam mulheres casadas, solteiras, viúvas e divorciadas e levarem as amigas e amigos, maridos, irmãos e até os ex companheiros. Todos devem ver estes Monólogos pelo próprio bem estar, que como tem sido dito por parte do público, acaba por ser um bom momento de formação para todos! A dica está dada e quem já viu volta a querer ver como me aconteceu!

Já agora e só para quem já viu... Chegar ao trabalho com um alegre "Bom dia Cona!" é outra coisa.

Cartaz Monólogos da Vagina

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.